quarta-feira, 26 de março de 2014

FILME: CAPTIVE - EM NOME DE DEUS - 2012



Direção: Brillante Mendoza - 2012 
Duração: 120 min 
Título original: Captive 
País: Filipinas 

Baseado em fatos reais ocorridos em 2001 no brutal sequestro de missionários e turistas nas Filipinas.

O sequestro num Resort nas Filipinas pelo grupo separatista Abu Sayyaf que exigiam a independência da Ilha Mindanao, em 2001. A história é contada por Thérèse Bourgoin (Isabelle Huppert), uma francesa que trabalhava para uma organização humanitária nas Filipinas e é sequestrada por engano junto com outros estrangeiros.



O filme aborda questões que são sempre difíceis de compreender, como o refém que simpatiza com o sequestrador, outro que aceita se converter ao islã acreditando com isto estar mais protegido junto aos sequestradores, o estupro de uma delas que teve o marido morto pelo grupo, a libertação dos que pagaram o resgate, e após mais de um ano a inquietude dos que ficam por ninguém fazer nada por eles.



Thérèse enfrentará os sequestradores quando sua amiga morre para poder enterrá-la, e quando ocorre o estupro e a decisão de que ela deve casar com o agressor. Vemos os raptores culpabilizando o governo por não libertarem os reféns, e Thérèse tentando convencer uma das moças sequestradas que se interessa pelo seu captor que ele é mau, sendo que ela não o vê assim.

O exército das Filipinas tenta várias vezes o resgate, mas é um fracasso porque acabam atirando também nos reféns, e alguns morreram assim. Ao final numa operação maior resgatam os poucos que restam, mas ainda assim morrem reféns durante a ação. O sequestro acabou sendo um fiasco para os sequestradores.


Brillante Mendoza nasceu em 1960 em San Fernando City, Filipinas.