segunda-feira, 29 de setembro de 2014

LIVRO: A ÚLTIMA GRANDE LIÇÃO - O sentido da vida - Mitch Albom



Albom, Mitch. Sextante, 1998
159 páginas
Tradução: José J. Veiga
Título Original: Tuesday with Morrie

Mitch Albom teve um professor que foi um mestre em sua vida, Morrie Schwartz, mas apesar da promessa de ir visitá-lo nunca mais o fez até o dia que Morrie estava a beira da morte. Foram 14 encontros, sempre as terças-feiras, que mudaram a vida de Mitch. Este livro é o relato destes encontros e das mudanças que ocorreram para Mitch, mas que também podem mudar as nossas vidas. Morrie sofria de ELA (esclerose lateral amiotrófica), uma doença degenerativa e fatal. Em seus encontros com o antigo professor que ele chama de treinador Morrie irá falar de amizade, família, medo, perdão, morte.

Infelizmente na maioria das vezes nós só nos damos conta de que nossa vida não foi o que sonhamos e desejamos quando estamos envelhecendo e temos a percepção da morte que se aproxima ou diante de uma doença fatal que nos dá pouco tempo de vida. Não poderia ser diferente?

Deixamos de lado o que realmente é importante na vida para cuidarmos de coisas pequenas e materiais, como status, sucesso, dinheiro, consumo, bens. E para isto sacrificamos nossos amigos, nossa família, nosso lar e as pequenas alegrias e satisfações da vida.

O sentido da vida não é algo que se encontra ou que exista, a vida é a vida, o sentido cabe a cada um de nós construir. Mas as pessoas acabam enclausuradas no sistema competitivo e materialista e se esquecem que viver não é isto, isto é um sistema que nos enreda e ilude, não tem compaixão, e se você bobear perde tudo que pensa ter construído com tanto esforço e sacrifício. Vale a pena?

Somos dominados pelo Ego e pela competição e perdemos o sentido da solidariedade, compaixão, e hospitalidade. O narcisismo sempre fala mais alto, e queremos sempre ser o melhor e vencer, mas como diz Morrie: qual o problema de ser o segundo?

Todos nós de certa maneira sabemos que vamos morrer, mas deletamos isto. Não levamos isto em conta durante nossa vida.Por um lado isto é bom, pois poderíamos sofrer muito com este sentimento sendo constante, mas por outro, ao esquecer que vamos morrer como todos e que não levamos nada de material daqui, levamos uma vida que foca coisas que não tem importância nenhuma ao invés de nos preocuparmos com o que realmente conta.

O que precisamos é aprender a viver dentro deste sistema, mas sem se deixar afetar por ele a ponto de perdemos o que a vida tem de melhor.

Mitch Albom e Morrie Schwartz

Assista ao filme no youtube: https://www.youtube.com/watch?v=8j6k_I7nlKw