terça-feira, 6 de maio de 2014

FILME: O JULGAMENTO DE DEUS - 2008



Direção: Andy De Emmony - 2008
Duração: 85 min
Título Original: God on trial 
País: Reino Unido 

A pergunta que muitos fizeram e se fazem: Por que Deus permite que certas atrocidades ocorram? O filme se passa em Auschwitz, um grupo de judeus que passou pela seleção e sabe que metade dele irá para a morte no dia seguinte para dar lugar a outros que estão chegando.

Como Deus benevolente e todo poderoso pode abandonar seu povo eleito no momento em que ele mais precisa? para tentar dar um sentido a tudo isto eles colocam Deus no banco dos réus e fazem seu julgamento diante do rompimento desta promessa de proteger seu povo, seguindo os moldes de julgamento previsto no livro dos juízes da Bíblia/Torá.



Um filme não aconselhado para os crentes, mas que é de uma racionalidade, lógica porém baseado totalmente no que diz a Torá e acrescido de algumas experiências vividas para questionar a lei de Deus.

A profundidade dos argumentos e dos valores é impressionante.

Uma das cenas que mais me tocou foi sobre o livre arbítrio. Na defesa deste um dos prisioneiros se levanta e diz: não existe o livre arbítrio. Eu viva em uma vila com minha família e meus três filhos e os nazistas chegaram e pegaram meus filhos. Eu implorei que os soltassem, então o responsável disse: você pode escolher um deles. Como eu poderia ter escolha? como eu poderia escolher um deles? Não escolhi nenhum e levaram os três. Nunca mais soube deles.



Sempre ouvimos que podemos escolher, e realmente ele poderia escolher, mas é possível? E ele escolheu não escolher, mas como é difícil suportar esta escolha, ou qualquer outra que ele tivesse feito. E o que devem ter sentido seus filhos?

O interessante é que o julgamento se baseia totalmente no que diz a Torá, portanto não há argumentos ateus, ou agnósticos, ou de outras maneiras. Segue totalmente o que está escrito no livro sagrado e isto mexe, faz com que pensemos. O filme não retrata apenas o lado amoroso e benevolente, ele irá também mostrar que os judeus cometeram atrocidades, e isto levantará a questão sobre o de ser o povo escolhido.

Elenco: Joseph Muir, Joseph Altin, Ashley Artus.

Veja um pequeno trecho:



Andy De Emmony