quarta-feira, 28 de maio de 2014

FILME: O IMPOSSÍVEL - 2012



Direção: Juan Antonio Bayona - 2012 
Duração: 113 min 
Título original: The impossible  / Lo imposible 
Autora: María Belon 
País: Espanha 

Baseado em fatos reais

26 de dezembro de 2004 o tsunami atinge a costa Asiática. Maria (Naomi Watss), Henry (Ewan MacGregor) e seus três filhos passam o Natal num resort na Tailândia. Na manhã seguinte estão todos na piscina quando um tsunami devastador atinge a costa.





A família se separa, uns não sabem dos outros. Maria e seu filho Lucas (Tom Holland) estão juntos, lutam para sobreviver, são arrastados pelas águas até que conseguem subir numa árvore. Encontram o pequeno Daniel e o levam junto. Maria está muito ferida. O socorro chega de forma precária, ela é arrastada pela ilha, não há macas ou padiolas, até chegar a um lugar onde arrancam uma porta para levá-la ao hospital. Os dois pensam que o pai e os dois menores estão mortos.



Maria é socorrida, Lucas a pedido de sua mãe procura ajudar aos outros, todos estão desnorteados, perdidos, procurando pelos seus familiares. Quando ele volta para perto da mãe para contar que havia ajudado um menino a encontrar o pai ela não está mais lá. Uma enfermeira o leva, sua mãe morreu enquanto ele estava fora. Sua dor e desamparo é imensa.

O local está devastado, mas seu pai e seus irmãos não estão mortos. O pai os encontrou e agora procura por Maria e Lucas. Enquanto isto Lucas descobre que sua mãe não morreu, ela havia sido levada para uma cirurgia. Finalmente o pai vai ao hospital onde eles estão, mas não os encontra. É Lucas que encontra seus irmãos e então finalmente o pai.



A mãe se salva, passa por nova cirurgia e finalmente eles vão embora. O impossível aconteceu, todos estão ali, juntos.

O filme traz cenas doloridas, o desamparo, o medo, a dor, o inferno que é um local após um desastre destas proporções. Os que perderam sua família, filhos, mulher, marido. Um retrato do que ocorreu ali, depois do tsunami.

Lucas amadureceu, passou por coisas difíceis, o garoto do início do filme que não queria falar com os irmãos menores, que dizia não ter medo, aprendeu o que é o medo. Quando ele conta para sua mãe que viu Daniel, e que ele estava nos braços de alguém que deveria ser seu pai, ela diz que o ama muito e que está muito orgulhosa dele. Lucas finalmente chora, liberta todo o medo que sentiu, o garoto que ele ainda é.

Uma experiência que trouxe lições a todos, de valorizar o que realmente é importante, e não a obsessão que Henry tinha com sua casa, emprego, ele aprendeu que o mais importante é sua família.


Juan Antonio Bayona nasceu em 1965 em Barcelona, Espanha.

Trilha sonora de Fernando Velázquez

Fernando Velázquez nasceu em 1976 em Bilbao, Espanha. É um compositor espanhol.