segunda-feira, 11 de agosto de 2014

FILME: PÃO E TULIPAS -1999



Direção: Silvio Soldini - 1999
Duração:  114 min 
Título Original: Pane e tulipani 

Uma família italiana de Pescara participa de uma excursão de ônibus . Em uma parada eles esquecem  a mãe, nem percebem que ela não está junto e o marido ainda a xinga por ser atrapalhada e por atrasar o passeio e manda que ela fique onde está e aguarde.

Rosalba (Licia Maglietta) inicialmente faz o que lhe mandam, mas de repente muda de ideia e resolve voltar para casa, pede carona e um destes está indo para Veneza, então esta dona de casa resolve realizar um velho sonho que é conhecer esta cidade e resolve ir para lá, com a intenção de voltar no dia seguinte, mas ela perde o trem no outro dia, o que para mim é um ato falho de quem não deseja voltar ainda. E ela vai ficando, consegue um trabalho numa floricultura, um lugar para ficar na casa do garçom do restaurante, Fernando (Bruno Ganz), pois é setembro e não há vagas em hotéis ou pousadas.

E ela resolve então tirar férias da família, do marido e dos filhos. Faz novos amigos, volta a tocar acordeon, e se deixa levar pela vida e por novas descobertas. Quem não fica nada satisfeito é seu marido, principalmente por causa da casa, de suas camisas passadas que sua amante se recusa a passar. Ele então coloca um detetive atrás dela. A partir daqui melhor assistir ao filme.

Ela é deixada para trás como um objeto, ninguém percebe que ela não está ali, não faz falta de imediato a ninguém de sua família, mas passa a fazer quando percebem que as coisas que ela fazia ninguém quer fazer. Rosalba sente a liberdade, de poder fazer o que deseja, mas não sem responsabilidade, ela consegue um emprego, tem onde ficar, zela por seus novos amigos e é cuidada por eles também. Redescobre o prazer de viver, de dançar, de tocar, de simplesmente andar por Veneza. O que de início parece algo inconveniente, ficar ali esperando que alguém vá buscá-la no restaurante transforma-se em uma oportunidade de viver a vida.

Silvio Soldini nasceu em 1959 em Milão, Itália. 


Trilha sonora Giovanni Venosta