domingo, 27 de julho de 2014

FILME: CÓPIA FIEL - 2010


Direção:Abbas Kiarostami - 2010
Duração: 106 min 

Título Original: Copie Conforme 

Prêmio de melhor atriz para Juliette Binoche no Festival de Cannes 2010

James Miller (William Shimell) é um escritor que está na Itália, na Toscana, para uma conferência sobre seu livro "Cópia Fiel" onde ele defende que na arte a cópia pode ser tão boa ou melhor do que o original. A Itália é um país com uma grande número de obras de artes, e não só em museus, mas estão ao ar livre, nas fontes, na arquitetura, nas igrejas, nas ruas. Elle (Juliette Binoche) vai a conferência e compra vários livros que deseja que sejam autografados. Deixa um recado para ele com seu amigo e tradutor para encontrá-la em sua galeria de artes. Ele vai e o os dois saem para dar um passeio pela região.

Durante o trajeto conversam sobre a questão do original e da cópia, com questões como se a Monalisa no quadro já não seria uma representação da Monalisa verdadeira, que deu origem ao quadro. Num determinado momento param para tomar um café e enquanto James sai para atender seu celular a dona do local o confunde como sendo o marido de Elle que conta isto para ele quando retorna, eles então passam a encenar como se fossem um casal.

James defende seu livro partindo da posição da subjetividade de quem olha para uma obra de arte. Se é desta percepção que uma obra depende então a cópia pode ser melhor que a original. E na relação a dois? num casamento? será que vemos o original ou aquilo que desejamos ver? sim, a cópia pode ser melhor, atende nossos anseios, nossa idealização do outro.

Quando eles passam a encenar o casal, como num palco, ficamos na dúvida, o que aconteceu? eles se conhecem? é o marido dela? ou não? Nunca sabemos ao certo o que ocorre com o outro, e quando Elle diz que inveja o casal de velhinhos ela pode não saber o que houve em suas vidas, o que os mantém juntos, e quantas ilusões e auto-enganos enfrentaram.

Um filme para refletir.

Abbas Kiarostami nasceu em 1940 em Teerã, Irã. Está radicado na França desde 2010.