segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

FILME: NO LIMITE DO SILÊNCIO - 2001


Direção: Tom McLoughlin - 2001 
Duração: 109 min 
Título Original: The Unsaid 

O difícil de falar sobre este filme é não contar as revelações que surgem no decorrer do mesmo e assim não permitir o suspense a quem ainda não assistiu.

Michael Hunter (Andy Garcia)  um psiquiatra renomado que não consegue aceitar que seu filho adolescente Kyle (Trevor Blumas) se suicida deixando-o arrasado. Após o ocorrido Michael deixa de dar consultas e aulas, ele se fecha em si mesmo, tem seu casamento desfeito pois sua esposa Penny (Chelsea Field) o culpa pelo o que aconteceu, o que ele também sente achando que poderia ter evitado este desfecho trágico. A irmã de Kyle também se sente mal, pois foi no dia de sua apresentação onde todos se ausentaram para ir vê-la que o irmão que não quis ir comete o suicídio.

Três anos depois, uma ex-aluna de Michael, Barbara (Teri Polo) o procura e pede que examine um caso que está sob seus cuidados, é o de Thomas (Vincent Kartheiser) que sofreu uma tragédia familiar e agora está prestes a atingir a maioridade e obter sua liberdade de viver por conta própria, saindo do orfanato para onde foi encaminhado após seu pai haver matado sua mãe. Barbara sente que algo não está bem e que ele não está pronto para sair.

Inicialmente Michael reluta, mas acabara se envolvendo com o caso. Aos poucos todo o drama virá à tona, e Michael sofrerá uma transferência para Thomas em quem ele vê seu filho morto. É surpreendente o que fica oculto nas histórias e o que elas podem causar. A culpa que Michael sente se mostrará muito mais profunda do que o fato de não ter impedido o suicídio e a história de Thomas também é mais trágica do que se pensa.

Entre Michael  e o pai de Thomas , só existe uma única diferença, a sorte.

Um excelente filme.
Tom McLoughin nasceu em 1950 em Los Angeles, Califórnia, EUA