quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

FILME: A TETA ASSUSTADA - 2009


Direção: Claudia Llosa - 2009
Duração: 95 min
Título original: La teta asustada 
Roteiro: Claudia Llosa
País: Peru 

Venceu o Urso de Ouro em Berlin em 2009 e o Festival de Cinema de Havana

No Peru existe uma lenda que diz que as mulheres que foram estupradas transferem para suas filhas através do leite materno a doença do medo "a teta assustada" que rouba a alma. Estes estupros ocorreram durante a guerra do terrorismo no país.
Fausta ( Magaly Solier) é filha de uma destas mulheres  e quando sua mãe falece ela terá que enfrentar esta situação e também um segredo que guarda, uma batata em sua vagina para protegê-la dos estupros e assim evitar a repetição do destino trágico de sua mãe. A batata, uma planta que não dá flores.

Um lenda que lida com a herança psíquica de filhas de mães violentadas. O medo de sair à rua, o medo do outro. Fausta após a morte de sua mãe vai viver com os tios no subúrbio de Lima. Ela deseja dar um enterro à sua mãe, mas para isto precisa de dinheiro e seu tio não pode ajudá-la, ele está casando sua filha e todas suas economias são para isto. Fausta terá que trabalhar para conseguir o dinheiro, mas para isto ela terá que sair de casa.

O filme se inicia com a mãe em seu leito de morte cantando, e ela canta a dor e o horror do que sofreu, ver o marido ser assassinado e ser estuprada estando grávida de Fausta. O olhar de sua mãe reflete isto, e é neste olhar que Fausta se constitui, um olhar de medo, pavor e dor.



Mas quando sai para a rua para ir trabalhar ela terá que enfrentar isto de alguma maneira. Seus primos sempre iam buscá-la ao final do dia para que não retornasse sozinha, porém um dia eles não podem ir e o jardineiro da casa onde trabalha se oferece para acompanhá-la. Ela desconfia de todos que não são parentes, mas acaba aceitando e aos poucos vai criando confiança neste outro.

Ela usará as canções como uma proteção a cada vez que se vê em uma situação que cria ansiedade e medo, ou seja, a cada vez que se vê frente a uma pessoa que não conhece, seu nariz sangra, ela tem sangramentos vaginais. Sua patroa, Aída (Susi Sánchez)  uma musicista se interessa por suas canções, ela está numa fase de pouca criatividade, e para fazer com que Fausta cante ela lhe oferece pérolas em troca.


Um dia no carro sua patroa a expulsa deste, e ela se vê sozinha na rua e sem ter recebido suas pérolas, é a primeira vez que caminha sozinha na rua. Ela retorna à casa de sua patroa para buscar as pérolas, que precisa para o enterro de sua mãe, e na volta para a casa de seu tio ela desmaia na rua e é socorrida pelo jardineiro.

Finalmente ela pede que lhe retirem a batata. Irá levar sua mãe para ser enterrada, mas no caminho para para lhe mostrar o mar, a imensidão de possibilidade que uma vida pode oferecer.

Ela está curada, livre do medo e pode finalmente receber do jardineiro um pequeno vaso com uma batata plantada e que tem uma pequena flor.


Ouça a canção de sua mãe no leito de morte



Claudia Llosa nasceu em 1976 em Lima, Peru. É sobrinha do escritor Mário Vargas Llosa.

Musica de Selma Mutal - La Sirena 

Selma Mutal nasceu em 1968 em Lima, Peru. É uma pianista