segunda-feira, 10 de novembro de 2014

LIVRO: O INCOLOR TSUKURU TAZAKI e seus anos de peregrinação - HARUKI MURAKAMI


Murakami, Haruki. 1ªed. Obejtiva, 2014
326 págs.
Tradução: Eunice Suenaga
Título Original: Shikisai o motanai Tazaki Tsukuru to, kare no junrei no toshi

País: Japão 

Tsukuru morava em Nagoia e fazia parte de uma comunidade de cinco amigos contando com ele. Os outros tinham em seus nomes uma cor, então havia Azul, Vermelho, Branca e Preta. 
Ele eram um jovem tímido, meio bobo, e estes amigos tinham uma importância imensa para ele. Havia um trato tácito entre eles de que não haveria namoros ou interesses sexuais para que desta forma não se formassem casais e com isto afetasse o grupo. Quando terminam o ensino médio todos ficam em Universidades em Nagoia, exceto Tsukuru que desde pequeno sonhava em construir estações de trem, o que aliás já trazia em seu nome Tsukuru quer dizer construir coisas, e então ele segue para Tóquio para cursar engenharia, mas todas as férias ele retorna até que no segundo ano de faculdade ao retornar nenhum de seus amigos quer falar com ele e o excluem do grupo sem dizer nada, sem explicar nada. 

Esta rejeição e exclusão será um choque e traumático para Tsukuru que durante 06 meses passará por uma crise que o modificará, mas ele consegue sobreviver, apesar que sempre carregará este peso em si mesmo, tornando-se uma pessoa que praticamente não terá amigos, e que terá namoros sempre passageiros, até o dia em que conhece Sara que irá fazer com que ele volte a Nagoia em busca de uma explicação. 

O livro nos fala de amizades e de desencontros, mas vai muito além pois nos mostrará que as coisas nem sempre são como pensamos e que vivemos sempre diante da incerteza, pois a vida muda, coisas acontecem, não podemos controlar.

Nesta volta ao passado Tsukuru passará por modificações, irá construir sua identidade fora do grupo e aprenderá a aceitar o desconhecido. Nem sempre temos as respostas para o que nos ocorre. Ele que carregava uma dor no peito aprenderá a ir desmanchando este nódulo e se abrir para a vida e para os outros, mesmo correndo o risco deste outro de repente desaparecer sem dar explicações ou não querer mais saber dele e não dizer porque.

O que Tsukuru aprende é que ele não pode mudar o outro ou fazer com que o outro lhe responda ou atenda ao seu desejo, mas que ele pode sim mudar ele mesmo, e que ao mudar ele muda o entorno, mudando a si mesmo ele pode mudar o outro em relação à ele.

Haruki Murakami nasceu em 1949 em Fushimi, Quioto, Japão.