sábado, 3 de janeiro de 2015

FILME: O CHEIRO DO PAPAIA VERDE - 1993



Direção: Tran Anh Hung  - 1993
Duração: 104 min
Título Original: Mùi Du Dû Xanh 

País: Vietnã

Filme dedicado à Chau A Long e Phan Thi Hông Hanh

Um belo filme sobre o Vietnã.

1951 em uma casa em Saigon uma menina vem do interior para ser serviçal em uma casa, é Mui (Man San Lu). Apesar da guerra colonial que percebemos pelo toque de recolher e o som dos aviões, o que o filme retrata é um cotidiano, nada mais banal e tranquilo, bem ao ritmo oriental. Mui cresce e anos mais tarde (Tran Nu Yên-Khê) é uma bela jovem que agora terá que deixar a casa onde cresceu pois a família se encontra em dificuldades financeiras e ir trabalhar para um compositor amigo do filho mais velho da família que acaba se apaixonando por ela e a engravida, finalizando o filme numa história de amor.



Apesar do filme mostrar sutilmente a exploração do trabalho dos menores, analfabetos e pobres, que trabalham da manhã à noite, ele nos mostra principalmente a vida no Vietnã com toda a riqueza dos detalhes. As casas, a decoração destas, muitas plantas e toda variedade de insetos e pequenos animais, rituais, e principalmente a culinária. Estamos acostumados a ver filmes sobre a guerra do Vietnã, mas este nos mostra a vida e a cultura deste país, e sem se referir a divisão de Norte ou Sul, ao comunismo ou democracia.



O diretor buscou recriar o Vietnã de sua infância que chegou a retornar ao país, mas descobriu que a guerra havia destruído tudo, então recriou tudo num estúdio para filmar. O papai lhe traz as lembranças pois os gestos e os sons do preparo do papaia era algo conhecido e que todos faziam. 



O filme tem uma rica estética, é encantador os detalhes e o preparo das refeições, além dos sons do dia a dia que sugerem uma poesia. 
Tran Anh Hung nasceu em 1962 em Da Nang, Vietnã. Mudou-se para a França onde estudou cinema. A atriz deste filme é sua esposa.