sexta-feira, 24 de abril de 2015

FILME: MARY E MAX - UMA AMIZADE DIFERENTE - 2009



Direção: Adam Elliot - 2009
Duração: 92 min
Título Original: Mary and Max

Animação. Narrado por Dame Edna Everage


Mary Dinkle é uma garotinha gordinha que vive na Austrália, seus pais estão separados e sua mãe é alcoólatra. Ela sofre por não ter amigos. Max Horovitz tem 44 anos e vive em Nova York, é judeu, obeso e também solitário, ele sofre da Síndrome de Asperger. Duas pessoas que nos parecem tão distantes e diferentes, mas será?

Tudo começa quando Mary sentindo um desejo de ter alguém que pudesse lhe responder suas inúmeras perguntas sobre o mundo que a cerca pega ao acaso um endereço numa lista de endereços, rasgando o papel ao ser puxada por sua mãe  e escreve para a pessoa, que é Max. 

Esta dado o pontapé inicial de uma singular amizade que durará alguns anos até a morte de Max. Não será sempre simples, ambos terão que aprender a lidar com as diferenças e principalmente serem capazes de manter um laço com o outro. Ambos tentam dar sentido ao seu mundo incompreensível e onde se sentem inadequados, fora do contexto. Haverá desencontros como em toda relação, haverá momentos tristes e de humor negro, mas estamos vivenciando uma amizade real, onde tudo isto acontece e só será mantida se os envolvidos puderem manter o laço.

Por outro lado vemos a possibilidade da amizade mesmo para aqueles que não seguem o comum, a massa, e são diferentes, sempre há um outro que também é assim e que está solitário em algum lugar no mundo, mas para se chegar a ele é preciso que alguém faça alguma coisa. 

As cartas trocadas entre ambos abrangerá uma série de assuntos como o alcoolismo, de onde vêm os bebês, a obesidade, a diferença sexual, as diferenças religiosas, o fato das pessoas não serem perfeitas, a depressão, o suicídio. 

Recomendo o filme. 

Adam Elliot nasceu em 1972 em Berwick, Austrália