segunda-feira, 23 de maio de 2016

LIVRO: DEPOIS DA RELIGIÃO - O que será do homem depois que a religião deixar de ditar a lei? - LUC FERRY E MARCEL GAUCHET


Ferry, Luc; Gauchet, Marcel. Difel, 2008
108 páginas
Título Original: Le religieux après la religion
Tradução: Nícia Adan Bonatti

Trata-se do debate ocorrido em Paris, no Collège de Philosophie, em 09 de Janeiro de 1999, entre Luc Ferry, humanista secular e não crente e Marcel Gauchet, historiador cultural e socialmarxista e ateu. 

Apesar de discordarem do que vai ocorrer depois que a religião deixar de ditar a lei, concordam num ponto, que a religião irá permanecer, assim como o sagrado. Gauchet dá ao sagrado um caráter milenar de sustentação do humano; Ferry nos fala do religioso que passa a ser algo privado, não atuando mais no social. 

Para Gauchet o mistério se mostra no desconhecido de nós mesmos, e somos confrontados com isto. O sagrado insiste em se manifestar por mais que tentemos relativizar. Ele chama esta insistente manifestação de "Absoluto Terrestre". Ferry fala sobre o fato de sermos capazes de decifrar enigmas fora da religião, até mesmo dando nomes como este, porém discorda destes vocabulários e prefere manter o vocabulário religioso pois acredita estar aí a verdade religiosa, mantendo assim uma continuidade na busca de sabedoria. Ele diz que os textos éticos da atualidade não passam de repetições e tradução dos textos antigos, como os que os cristãos nos legaram.

É um livro que nos traz uma visão do que a religião ainda representa, mesmo para os não crentes há algo de religioso ou sagrado que sempre permanece para o ser humano. 

Luc Ferry nasceu em 1951 em Colombes, França. É um filosofo, foi Ministro da Educação na França.


Marcel Gauchet nasceu em 1946 em Poilley, França. É historiador, filosofo e sociólogo.